Produtos Feitos em Portugal Que Deve Experimentar!

Nelson_Carvalheiro_Lisbon-8

Nelson_Carvalheiro_Lisbon-8Portugal é um viveiro fértil na produção de alimentos e bebidas com características únicas. Veja alguns de entre os melhores e menos conhecidos, bem como formas de reinventar aqueles que já conhece!

Ginja de Óbidos e Alcobaça

A cultura da ginja é feita tradicionalmente nestes dois concelhos da região Oeste. A original e mais antiga começou a ser comercializada a partir de Alcobaça nos anos 30 do século XX, mas em tempos mais recentes vários produtores de Óbidos lançaram-se também nesta aventura, tendo em conta as naturais semelhanças climáticas e de terreno. Sendo uma bebida licorosa doce, a “ginjinha” acompanha muito bem o chocolate.

Queijo de Nisa

Portugal é tão rico em queijos como em vinhos, para delícia dos turistas estrangeiros. Mas mesmo entre nós, há determinadas especialidades que tendemos a esquecer, muitas vezes por causa do tamanho das explorações e da sua natureza artesanal. O queijo de Nisa, reconhecido a nível internacional como um dos melhores do mundo, é um queijo curado, de pasta semi-dura, cuja maturação se estende por cerca de 1 mês e meio.

Vinho do Porto

O vinho fortificado que é “produzido no Douro e armazenado em Gaia”, como se costuma dizer (de modo que do Porto só leva o nome), não é uma novidade para os portugueses, mas poderá sê-lo reinventando a sua utilização. Francisca Van Zeller, jovem produtora e enóloga do Douro, sugere que um vinho do Porto é tão rico e tão profundo que não precisa de acompanhar nada; pode ser, por exemplo, o melhor acompanhamento de um bom filme, ou uma boa conversa.

Vinho do Pico

O Pico é outro exemplo em que se pode inferir o relativo desconhecimento de um produto em função da sua raridade. Nesta ilha açoriana produzem-se vinhos comuns e fortificados, com características únicas, atendendo à natureza vulcânica do terreno e ao clima marítimo. Mineralidade no sabor, alguma acidez e boa frescura são características habituais dos brancos da ilha.

“Lourinhac”: aguardente DOC da Lourinhã

Neste concelho do Oeste abriga-se a única região demarcada portuguesa para a produção de aguardente, semelhante às suas congéneres francesas Cognac e Armagnac.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *