Férias Desportivas em Portugal – Ver Portugal a Correr

Zach Miller

Correr está na moda, em Portugal. Enquanto o atletismo tem vindo a perder praticantes, já o fenómeno do “running” continua a crescer e, com ele, as provas de “trail”, ou seja, aquelas que levam os atletas a percorrer montes e vales, em trilhos, carreiros, rochas e riachos, passando por alguns dos pontos de maior beleza de Portugal. Tanto, que é difícil encontrar um fim de semana sem pelo menos uma prova de “trail”.

Zach MillerAs maiores corridas deste género em Portugal começam a atrair as grandes estrelas do “trail” mundial, como o americano Zach Miller, recente vencedor da oitava edição do Madeira Island Ultra Trail, na distância de 115 km.

Sim, 115 km! É que, como já não bastava correr por terrenos difíceis e exigentes, a moda da corrida em “trail” foi seguida pela da corrida em grandes distâncias. As chamadas “ultramaratonas” (com distância superior à da mítica maratona, com os seus 42.195 m), ou “ultratrail”, atraem milhares de portugueses e também estrangeiros, todos os anos, para as serras e florestas nacionais.

As corridas de “trail” são caracterizadas por uma grande camaradagem, espírito de entreajuda e convívio, antes, durante e depois das provas. Com a exceção de uns poucos atletas, a competição é inexistente e, entre correr e caminhar, o importante para a maioria é chegar ao fim. Existem muitas corridas a oferecer percursos de diferentes distâncias, desde 12-15 km até aos mais de 100, podendo optar-se por aquele que seja mais adequado ao nível de condição física do participante.

Como também costuma existir uma caminhada englobada no evento, estas são ocasiões excecionais para toda a família. Seja para participar em várias corridas de “trail” durante umas férias, ou para uma escapadinha de fim de semana, estas são ocasiões perfeitas para conviver e conhecer melhor o nosso país rural.
Sim, porque mesmo num fim de semana se pode chegar numa sexta-feira à noite, visitar a povoação/região no sábado e no domingo fazer a prova e almoçar, repondo energias com as iguarias regionais, antes do regresso a casa.